?> Grupo Barralcool realiza a segunda edição do seu projeto de soltura de peixes na Bacia do Alto Paraguai Ler Mais">

Grupo Barralcool realiza a segunda edição do seu projeto de soltura de peixes na Bacia do Alto Paraguai

Por Jorge Figueiredo
em 16 de abril de 2012 às 15:07


Aconteceu neste domingo , dia 15 de abril a segunda edição do Projeto Viva o Peixe no festival de pesca – FIP BARRA DO BUGRES, com a soltura de 15.000 mil alevinos na Bacia do Alto Paraguai. Com a ajuda da comunidade que auxilia no planejamento de alternativas incorporadas às diretrizes da Política Ambiental do Grupo Barralcool, o Projeto Viva o Peixe atua na conservação da ictiofauna local. Esta é uma iniciativa do Grupo Barralcool que prevê a expansão e criação de medidas efetivas para a conservação da ictiofauna na bacia hidrográfica da região, favorecendo a comunidade que utiliza os recursos hídricos como fator de desenvolvimento e turismo.

Os peixes do Projeto Viva o Peixe são produzidos em estações de piscicultura, as espécies que foram soltas no Rio Paraguai nesta segunda edição são: piraputanga e piauçu. A coordenação da soltura dos peixes no Rio Paraguai é do gerente Ambiental do Grupo Barralcool, Sidney Marques Junior, que trouxe um caminhão  tipo tanque com 15 mil peixes que foram soltos após a largada do campeonato de pesca de Barra do Bugres- FIP.

O Grupo Barralcool contou também com a participação de alunos de escolas da rede estadual de Barra do Bugres, Escola Professora Julieta Xavier Borges e Escola  Evangélica Assembleia de Deus – total de 100 crianças, que fizeram a festa no evento. Para o Prefeito de Barra do Bugres Wilson, este gesto mostra a preocupação do Grupo Barralcool com a preservação das espécies e principalmente com os rios do nosso estado.

O Gerente Ambiental Sidney Marques Junior ressaltou que “a área em que a usina esta instalada é muito importante, pois a bacia hidrográfica local é uma região formadora do Pantanal, que corresponde a 6% de água doce no mundo”. A soltura destes alevinos é uma medida utilizada para a conservação e manutenção das espécies nativas da bacia do alto Paraguai, além de garantir o aumento da produção pesqueira que é relacionada diretamente com o turismo da região.

O projeto Viva o Peixe do Grupo Barralcool contou com distribuição de água, refrigerante e algodão doce para toda garotada presente.

 Dados: Mais de 75% da população de peixes no mundo está ameaçada devido à pesca predatória, segundo um estudo apresentado pela WWF na Alemanha, em 2008. A pesca predatória é aquela que retira do meio ambiente mais do que ela consegue repor, diminuindo a população de peixes do ecossistema, e tem consequências desastrosas, podendo limitar a produtividade pesqueira, tanto do ponto de vista biológico quanto econômico.

A Barralcool auxilia a cidade de Barra do Bugres a se consolidar como Capital do Turismo de Pesca, tendo seu primeiro FIP – Festival Internacional de Pesca realizado no ano de 2011.